Tradicional festa de São Sebastião

Texto de Neuseli Cardoso
Fotos de Neuseli Cardoso e Angélica Liaño

De 20 a 22 de janeiro de 2017 a comunidade católica prestou homenagens ao Padroeiro da Ilha Grande, a São Sebastião.

“Glorioso Mártir São Sebastião,

Dai a seus devotos firme proteção… a peste e o flagelo, a fome e a guerra por tua bondade afasta da terra…î

No domingo dia 15 de janeiro, às 19h, houve o hasteamento do Estandarte de São Sebastião na Praça da Igreja Matriz, que estava enfeitada com bandeirolas vermelhas e brancas um tom de alegria ao evento religioso.

Tempo de confraternização, de harmonia, de fraternidade.

Frei Luiz, pastor e pároco dessa comunidade, convidou Frei Anchieta – ambos fundadores do Instituto dos Frades de Emaús, também convidou Frei Ronny, recentemente ordenado padre, deste mesmo Instituto para participarem do Santo Tríduo. Além deles vieram Frei André, e uma solícita e imprescindível equipe de apoio da sua Paróquia São Sebastião de Austin, para rezar, trabalhar e celebrar o evento nos diversos ministérios: na música, na Liturgia, sendo de valiosa ajuda a praticidade e a boa vontade em somar forças com Frei Lucas  e toda a comunidade católica do Abraão, que também teve membros atuantes nas Tarefas.

A  abertura da programação teve início domingo, dia 15 a partir 12h com o Tradicional Angu à Baiana. Às 19h com o hasteamento do Estandarte de São Sebastião e Santa Missa celebrados por Frei Anchieta.

Dias 17 a 19/ 01 sempre às 19h30 O Santo Tríduo (preparação com três dias de orações que ajuda a comunidade a entrar num clima de meditação para celebrar da melhor forma aquela que é uma das datas mais importante da Paróquia). Este ano com Missas Solenes, presididas por Frei Luiz, Frei Anchieta e Frei Ronny.

Dia 20: Solenidade de São Sebastião:

O6h: Alvorada.

O9h: Santa Missa com Bênção dos Enfermos, momento de grande emoção.

18h: A chuva deu uma trégua minutos antes de a Procissão Festiva com o andor da imagem do santo padroeiro muito bem ornamentado com flores naturais, palmas brancas e vermelhas e carregado por homens e mulheres, passar pelas principais ruas da Vila do Abraão, “parecia que São Pedro havia feito um acordo com São Sebastião”. Na Sequência, Santa Missa Solene, cantada. A igreja lotada, transbordando de fiéis, gente de outras vilas, de outras cidades, de outros estados e outros países.   A Homilia, Disse Jesus: “somos chamados a sermos promotores da justiça”. Palavras que edificam e levam a experiência com Deus e o fortalecimento na Fé.

No cais, uma bela queima de fogos de artifícios! No palco, apresentação do Show Anos 80- 90 com a Banda Ditado com um grande público, uma plateia dançante.

Banda Ditado

Dia 21, após a Santa Missa, às 21h

Lindo Show de Forró com a Banda Arte da Terra liderado pelo Sr. João Renato e neste espetáculo o jovem Lucas destacou-se com a doce melodia de sua flauta.

Dia 22, às 9h Frei Luiz fez dois batizados durante a celebração da Santa Missa e às 19:30  celebrou Missa com bênçãos especiais para encerrar a parte religiosa deste evento.    

Ainda em clima de festa para fechar com chave de ouro Show católico com a Banda Alvorada Hall com alguns integrantes da Canção Nova.

Todas as noites, barraca de artigos religiosos, barraca de pescaria, barracas e cantina com diversos doces, salgados e caldos.

Banda Arte da Terra

Não podemos deixar de destacar a atmosfera de paz, de tranquilidade e descontração que tomava conta da praça todas as noites, sem nenhum incidente.

Neste clima harmonioso e fraterno foram três dias de festividades com grandes esforços, grande satisfação e Grande FÉ!

VIVA SÃO SEBASTIÃO!

VIVA JESUS!

Flautista Lucas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *